recordação.

sinto saudades tuas... oh és tão fraco meu coração. sabias perfeitamente que a nossa amizade com ele, ia ser mais uma vez passageira. e mesmo assim, voltaste agarrar-te demasiado a ele. e apesar de estares habituado ao abandono repentino dele,  não deixa de ser difícil, não é? está tudo bem num segundo, depois de repente, mesmo em frente ao nosso olhar, tudo muda. e não há nada que eu possa fazer. que mentira. oh talvez haja, mas estou demasiada cansada por estar a  lutar por uma amizade que eu própria não acredito. nem eu sei se ele acredita mais. não vou lutar. não enquanto que ela, estiver entre nós. reparaste como, quando ela apareceu entre nós, tudo mudou? Oh deixaste de querer ouvir os meus vocábulos e de tentar decifra-los, pois eu sempre que falava para ti, os meus vocábulos pareciam enigmas, aos quais tu conseguias decifra-los demasiado bem. e sabes fiquei admirada. mas, soube bem ter o teu apoio, naqueles dias de solidão, de te ter ao meu lado... do calor dos teus abraços. aproveitei bem, o pouco tempo que restou da nossa amizade. até tudo desaparecer, por entre o vento. será que algum dia voltara, para mim e para ti? não. não enquanto ela continuar a sabotar a nossa amizade e a envenenar o teu coração contra o meu. uns dias bons... outros maus. será sempre assim a nossa amizade. até ao dia em que tudo mude, talvez para sempre...

2 comentários:

AF disse...

força minha linda, muita força*

DanielaF disse...

força eu sei que custa acredita. é dificil perceber que um dia as pessoas vão, principalmente as que mais gostasmos. :(
p.s: tens de me dizer como metes a musica não consigo.