na simplicidade há perfeição.


já reparaste que as mais simples coisas do mundo, são possuidoras de uma beleza rara? tal como a flor que me ofereceste, ao qual eu não consigo desviar o meu olhar dela. tem uma beleza grandiosa mesmo sendo uma simples flor. simples, vês? oh é tão simples como o sentimento que transbordo por ti. é de uma naturalidade cuidada. dizem que o amor é um sentimento muito complexo e eu não duvido. mas talvez sejamos nós, que não o simplificamos da maneira mais correta. não sou de todo a pessoa mais simples do mundo, sou deveras complicada e desalinhada. mas tu, tu tens o dom de me simplificar. lês-me em cada gesto e contemplas cada traço do meu corpo, com afeição. fazes o complicado desaparecer e tornas o simples ainda mais simples. uniste o meu órgão ao teu e aos poucos vão se tornando um só. é tão simples e fácil, quando o teu nome me sai por entre os lábios e acalma todo o meu ser. é tão simples amar-te. 

                                                                                                                                                abril, 2011

Sem comentários: