Este problema está a destruir-me por dentro. Não sei se fico ou te deixo ir. Não sei mais o que pensar ou proferir. Sou um fardo, sou um grande problema. Um problema daqueles que ninguém quer ter que lidar e tu estás praticamente a ser obrigado a lidar com ele, comigo. E desculpa, a sério eu não queria que nada disto estivesse acontecer, não queria, nem quero prejudicar-te. Não quero que deixes de fazer o que queres e o que gostas por minha causa. Acredita que tento, mas tento com toda a força combater isto, mas é mais forte que eu, está dentro de mim e não sei como tirá-la fora. Este medo que sinto, este "e se" que aparece vezes sem conta nos meus pensamentos destrói-me por dentro. Gostava de ser uma pessoa normal. Gostava de fazer tanta coisa, de me sentir livre de mim mesma. De esquecer o mundo e também este problema que me assombra. Gostava que fosse só eu e tu. Mas não posso ser egoísta. Só quero mesmo que sejas feliz e queria mesmo fazer-te feliz, era tudo o que mais queria. Mas ultimamente tenho dúvidas em relação a isso. Não sei se vou ser capaz de vencer este problema, não sei se vou ser capaz de te fazer feliz. E tu não és obrigado a passar por tudo isto, tu mereces ser feliz, mereces tudo. A sério foste a melhor coisa que me aconteceu na vida e por isso mesmo não te posso prender a mim, não te posso obrigar a estar ao meu lado enquanto "isto" não desaparece. Tu não mereces nada disto. E sinceramente não estou preparada para assistir a mais discussões por minha causa. Não me quero voltar a sentir a pior pessoa do mundo por te estares a privar do que queres fazer por minha causa. Não sei o que fazer. Quero-te tanto e ao mesmo tempo sinto que te tenho que deixar ir, ser feliz. Encontrar alguém normal. Porque eu um dia fui, mas hoje não sei mais de mim, não me consigo encontrar mais. E desculpa, desculpa por tudo o que já te fiz passar. Mas não tenhas dúvidas que te amo,  amo-te tanto. 

Sem comentários: