Estou uma lástima. Tenho a minha cabeça a pensar em mil e uma coisas ao mesmo tempo. É um turbilhão de sentimentos e não sei como lidar com eles. Estou cansada, cansada de pensar, de pensar no que pode correr mal. E acredita que na minha cabeça só surgem coisas más. Tens sido o meu porto de abrigo, tens aconchegado a minha alma e que bem que sabe os teus abraços. Sinto-me pequenina quando me abraças, sabias?  Sinto que tudo não é tão mau como a minha cabeça tenta pintar. E por momentos, por breves momentos eu consigo esquecer tudo a minha volta, és só tu e eu e naquele momento é tudo o que importa. És só tu que consegues acalmar o meu coração, que fazes com que tenha esperança que tudo um dia se vai resolver, mesmo quando não acredito em mim. Já perdi a conta as vezes em que me levantaste do chão ou as vezes em que caíste comigo. No meio de tanta dor tu consegues sempre arrancar-me um sorriso da cara. Tenho tanta sorte em te ter na minha vida, já te disse isso? És sem dúvida o melhor que me aconteceu na vida. Só me apetecia fugir daqui contigo e esquecer o resto do mundo. Mas não podemos fazer isso, tenho que enfrentar este problema e tirá-lo de uma vez por todas da minha vida. Quero muito vencer esta batalha, quero voltar a sentir-me livre a conseguir respirar fundo sem sentir que estou a sufocar em mim mesma. Quero muito tirar-te este peso de cima dos ombros, essa preocupação constante comigo, quero-te livrar também deste problema. Não há palavras suficiente para agradecer o que tens feito por mim, mas mesmo assim, obrigada. Obrigada por continuares aqui, ao meu lado. Amo-te, sempre.

Sem comentários: