Posso escrever sobre qualquer coisa, sobre como me sinto, sobre o que se passa no mundo, mas quando se trata de ti nunca sei o que escrever, o que proferir. Talvez porque não existem vocábulos suficientes para descrever tudo o que sinto em relação a ti. Três anos, três anos que tem sido os melhores da minha vida. Ter-te ao meu lado é a melhor coisa do mundo, ter-te como namorado foi a melhor coisa que me aconteceu. Confesso que não sou a namorada mais fácil do mundo, tenho um mau feitio terrível e sou teimosa, bastante. Sei que por vezes exijo demasiado de ti, que por vezes não facilito as coisas, que poderia ser mais tolerante e desculpa por isso. Desculpa por ser uma confusão, por a minha vida ser uma confusão. Pode haver discussões, lágrimas, posso até já te ter mandado embora centenas de vezes, mas o que importa, é que tu ficas sempre e que ultrapassamos tudo o que nos tenta derrubar, juntos. Obrigada pela a paciência que tens comigo, por estares sempre do meu lado, por me apoiares incondicionalmente. Obrigada por não teres fugido a sete pês quando viste a confusão que eu era, que a minha vida era. Obrigada pelos sorrisos, pelos momentos, por me teres levado a sítios que nunca tinha ido. Obrigada por partilhares a tua vida comigo por me deixares fazer parte da tua vida. Obrigada pelos abraços inesperados, os beijos quentes, as saídas de mãos dadas, as viagens de carro a rir, a cantar. Já te disse o quanto não me canso de te olhar? Ficava horas a olhar-te. Obrigada pelos dias e noites que passamos juntos. Obrigada por dormires comigo, é tão bom acordar e ter-te ao meu lado. Fazer conchinha, sentir o teu corpo junto ao meu é a melhor sensação do mundo, só tu e eu, sempre assim. Obrigada pelas as dores de barriga provocadas por tanto me rir, pelas tuas parvoíces na rua que me deixam envergonhada. Já te disse o quanto te amo? Já te disse que foste o melhor que me poderia ter acontecido? Apaixono-me por ti a cada dia que passa, parece impossível, mas a verdade é que te amo mais hoje e tenho a certeza que te vou amar mais amanhã. Estou desejosa de viver contigo, de termos a nossa família, a nossa casa e o nosso cão enorme, de partilhar uma vida contigo, só nós os dois e mais dois. Ah, e amo-te, imenso. Para sempre. Prometo.

Sem comentários: